Notícias

Empresas De Tecnologia Estão Promovendo Uma Verdadeira Revolução Na Maneira De Produzir Comida

Notícias

Empresas De Tecnologia Estão Promovendo Uma Verdadeira Revolução Na Maneira De Produzir Comida

Um relatório recente da Organização das Nações Unidas (ONU) ganhou a primeira página de jornais do mundo inteiro ao alertar para a necessidade de mudar a forma como produzimos os alimentos para garantir as necessidades de uma população crescente sem destruir o planeta.

Será preciso fechar três lacunas para enquadrar a questão: a lacuna alimentar de 56% entre o que foi produzido em 2010 e os alimentos que serão necessários em 2050; a lacuna de terra de quase 600 milhões de hectares entre a área agrícola global em 2010 e a expectativa de expansão agrícola até 2050; e um gap de mitigação de gases de efeito estufa de 11 gigatoneladas entre as emissões esperadas da agricultura em 2050 e o nível necessário para atender o Acordo de Paris para o clima.  “Não há potencial realista para criar um futuro sustentável de alimentos sem grandes inovações”, previu Tim Searchinger, principal autor do estudo.

OVO OU FEIJÃO? - O desafio é um dos principais drives das chamadas foodtechs, empresas de base tecnológica dedicadas à criação não apenas de novas formas de produzir alimentos, como de novos alimentos em si. Esqueça aquela história de "quem veio primeiro: o ovo ou a galinha?". Para a californiana JUST Inc, quem veio primeiro é o feijão. A empresa ficou famosa pela criação do Just EGG, produzido a partir da proteína vegetal encontrada no feijão mungo. O jeito mais fácil de explicar o produto é: é ovo, mas não vem da galinha. 

O diretor executivo de negócios da empresa, Rakesh Jain, esteve no Brasil durante o 8º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Ele conversou com a Agência CNI de Notícias sobre a empresa e o futuro dos alimentos. Confira a entrevista.

Fonte: www.noticias.portaldaindustria.com.br

#mmdnotícias #assessoriajurídica 

Face Linkedin
<– Post anterior Próximo post –>